O banco e seguradora belgo-holandês Fortis, agora desmantelado e parcialmente nacionalizado, anunciou nesta sexta-feira uma perda líquida de 135 milhões de euros (172 milhões de dólares) no terceiro trimestre de 2008.

Fortis decidiu não publicar os resultados trimestrais para o período que termina em setembro devido à recente mudança de estatuto, e divulgou apenas um comunicado, de acordo com as regras européias sobre transparência.

"Fortis, como todas as instituições financeiras, está enfrentando uma crise crescente, de uma envergadura sem precedentes", destaca o comunicado.

Gravemente afetado pela crise financeira mundial, Fortis foi desmantelado no início do mês, com seus ativos holandeses nacionalizados pela Holanda, mediante um investimento de 16,8 bilhões de euros, e suas atividades belgas e luxemburguesas vendidas ao banco francês BNP Parisbas.

mlr/LR

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.