Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Fortis pode ter de reduzir ativos do ABN Amro em 17,5 bilhões de euros

Londres, 1 out (EFE).- O banco belga-holandês Fortis poderia ter de diminuir em 17,5 bilhões de euros o valor contábil dos ativos do ABN Amro se não consegir vendê-los ao final, segundo um relatório do JP Morgan publicado hoje.

EFE |

Para o JP Morgan, é "cada vez mais provável" que o Fortis tenha que diminuir o valor de sua participação na RFS - sociedade através da qual adquiriu o ABN Amro em 2007 junto com o RBS e o Santander - em seu balanço de situação.

O banco americano rebaixou hoje sua avaliação destes ativos, que na terça-feira tinha avaliado em 7,5 bilhões de euros, depois que o holandês ING descartou fazer uma oferta por eles.

Segundo o relatório, o preço de mercado dos ativos do ABN Amro pode estar agora em torno dos 6,5 bilhões de euros, por isso, caso finalmente o Fortis tenha que ficar com ele, o banco deveria reduzir o valor em 17,5 bilhões de euros, já que os adquiriu por 24 bilhões de euros.

O Fortis anunciou ontem que realizará a venda dos ativos que tem do ABN Amro de forma "cuidadosa" e sem "data limite".

A este respeito, JP Morgan afirma que, por ser uma participação em uma companhia independente, o Fortis não terá uma data limite para se desfazer deles.

O relatório considera que, até que o Fortis resolva este assunto, será "impossível" que os investidores recuperem a confiança em suas ações. EFE pdj/an

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG