Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Forte alta na China alavanca bolsas asiáticas

Os principais mercados da Ásia fecharam em elevação nesta quarta-feira, influenciados pela forte recuperação dos mercados chineses, em que pese a queda adicional nas Bolsas norte-americanas. Foi o caso da Bolsa de Hong Kong, que recuperou quase a metade das perdas de três pregões consecutivos de declínio.

Agência Estado |

Com fraco volume de negociações, o índice Hang Seng subiu 446,89 pontos, ou 2,2%, e terminou aos 20.931,26 pontos.

As renovadas esperanças de que Pequim irá lançar um pacote de estímulo à economia e aos mercados financeiros fizeram as Bolsas da China fechar em forte alta. O Xangai Composto subiu 7,6% e encerrou aos 2.523,28 pontos, no seu maior ganho porcentual diário desde 24 de abril, quando o índice subiu 9,3%. Já o Shenzhen Composto ganhou 7,2% e terminou aos 712,82 pontos.

O enfraquecimento do dólar nos mercados internacionais levou o yuan a se valorizar em relação à unidade norte-americana pelo segundo pregão consecutivo. No mercado de balcão, às 4h30 (de Brasília), a cotação de compra e venda do dólar era de 6,8536 yuans, abaixo do fechamento de terça-feira, que foi de 6,8655 yuans.

A Bolsa de Taipé, em Taiwan, recuperou as perdas da sessão da manhã e fechou em alta, influenciada pelos fortes resultados dos demais mercados regionais. Com baixo volume de negociações, o Taiwan Weighted ganhou 0,9% e encerrou aos 7.040,90 pontos.

Já o mercado da Coréia do Sul fechou estável. Os sólidos ganhos em ações defensivas ofuscaram as perdas do início do pregão, ocorridas devido ao desempenho de Wall Street. O índice Kospi terminou aos 1.540,71 pontos.

Nas Filipinas, o mercado apresentou queda pelo terceiro pregão seguido, no encalço das perdas em Wall Street e da alta dos preços futuros do petróleo. Com fraco volume de negociações, o PSE Composto, da Bolsa de Manila, caiu 0,4% e fechou aos 2.681,66 pontos.

A disparada nos preços das commodities e o salto nas Bolsas da China alavancaram o mercado australiano, em que pese a queda adicional em Wall Street. O índice S&P/ASX 200, da Bolsa de Sydney, ganhou 1,3% e encerrou aos 4.929,5 pontos, com moderado volume de negociações. (Ricardo Criez)

Leia tudo sobre: bolsa de valoresbolsas asiáticas

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG