Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Ford já admite venda da montadora sueca Volvo

SÃO PAULO - Enquanto avalia as melhores opções para o destino da Volvo, a Ford admitiu nesta segunda-feira a possibilidade de vender a montadora sueca. As expectativas de recuperação da Ford estão ancoradas no encolhimento de seu tamanho, com vistas a dar maior foco para sua marca própria.

Valor Online |

A montadora já vendeu as linhas Jaguar e Land Rover e agora começa a analisar a venda da Volvo, adquirida em 1999. Contabilizando prejuízos e perda de mercado, a Volvo já parecia destinada ao leilão, à medida em que a Ford se movia rapidamente para se desfazer de suas outras marcas de luxo na Europa.

Porém o presidente da empresa, Alan Mulally, decidiu no ano passado manter a companhia sueca e procurar um caminho para restaurar o brilho da marca.

No entanto, as vendas da Volvo nos Estados Unidos continuaram em queda, registrando recuo de 52% em outubro e de 28% no acumulado dos dez primeiros meses deste ano.

Nesta segunda-feira, Mullaly disse que "dados os desafios internacionais sem precedentes, tanto da Ford como de todo o mercado, é prudente avaliar opções para a Volvo".

A Volvo, disse ele, é uma marca global forte, com uma grande herança de segurança e responsabilidade ambiental e que lançou um agressivo programa para enxugar as operações e melhorar os resultados.

A empresa anunciou recentemente que iria cortar 3,3 mil empregados, cerca de 13% do seu quadro funcional, alegando um "alinhamento ao rápido cenário de deterioração da indústria automotiva mundial".

Leia tudo sobre: ford

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG