Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Ford fecha trimestre no vermelho e anuncia corte de pessoal

SÃO PAULO - A Ford Motor Co. fechou o terceiro trimestre com prejuízo líquido de US$ 129 milhões, ou US$ 0,06 o papel.

Valor Online |

A perda foi menor do que aquela apurada um ano antes, de US$ 380 milhões, ou US$ 0,19 a ação.

Em uma base depois de impostos, o prejuízo operacional com suas operações continuadas, excluindo itens extraordinários, foi de quase US$ 3 bilhões, ou US$ 1,31 o papel. No terceiro trimestre do ano anterior, a perda ficou em US$ 24 milhões, ou US$ 0,01 a ação.

A receita da montadora entre julho e setembro somou US$ 32,1 bilhões, inferior aos US$ 41,1 bilhões do calendário antecedente. A queda reflete volume menor, a venda da Jaguar Land Rover e mudança no mix de produtos.

"Continuaremos a reduzir custos agressivamente e a administrar nosso caixa com disciplina absoluta para garantir os recursos para financiar nosso plano", declarou o diretor financeiro da Ford, Lewis Booth.

A empresa pretende reduzir os custos relacionados a pessoal assalariado na América do Norte em mais de 10% no fim de janeiro de 2009, por meio de enxugamento da folha e outras iniciativas. "Esses cortes se somam àquelas ações de custos associadas com pessoal já tomadas na Ford América do Norte e àquelas que estão em curso na Ford da Europa, Ford Ásia-Pacífico e África, e Volvo", frisou.

Tem a intenção ainda de diminuir o gasto com capital em uma série de áreas, como desenvolvimento de produtos e continua a explorar a possibilidade de vender ativos não-estratégicos. Avisou que irá diminuir sua equipe de funcionários por hora nos Estados Unidos em cerca de 2,6 mil.

O executivo-chefe da Ford, Alan Mulally, comentou que a companhia continua agindo a fim de responder a um ambiente de negócios que passa por rápidas mudanças.

As informações são da própria montadora e agências internacionais.

(Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG