Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Ford encontra dificuldade em vender a marca Volvo

A montadora de automóveis americana Ford vem encontrando dificuldades para achar um comprador para a marca sueca Volvo, de acordo com a revista alemã Der Spiegel. A revista publicou ontem que, após uma primeira recusa da montadora alemã BMW, a Ford levou uma proposta à também alemã Daimler, dona da marca Mercedes.

Agência Estado |

Mas as negociações não avançaram.

De acordo com a Der Spiegel, o presidente da Daimler, Dieter Zetsche, analisou a proposta na semana passada, mas esbarrou em vários inconvenientes, como "o elevado custo que suporia adaptar os modelos de Volvo à tecnologia da Mercedes".

Para a revista, a principal esperança da Ford em vender a Volvo estaria agora no interesse de "alguma marca chinesa, como a Changan".

O presidente e executivo-chefe da Ford, Alan Mulally, informou no início de dezembro que a companhia estudava a venda da marca sueca por causa das dificuldades econômicas em que se encontra e como parte de um plano para melhorar sua situação financeira.

Em nota, Mulally, disse ser "prudente" que a empresa pense na medida por conta das dificuldades externas em todo o setor. "À medida que realizarmos essa revisão, estamos comprometidos em tomar a melhor decisão tanto para a Ford como para a Volvo", disse.

A marca foi comprada em 1999, sem incluir a parte de caminhões, que continuou sob comando sueco. Formava, juntamente com as marcas inglesas Aston Martin, Jaguar e Land Rover, a divisão de carros de luxo da Ford. Uma a uma, porém, as marcas foram saindo das mãos da empresa.

A Aston Martin foi vendida em março de 2007, por US$ 925 milhões, para um grupo de investidores, liderados pelo ex-chefe das equipes de Fórmula 1 Benetton e BAR, David Richards. Em março do ano passado, a empresa oficializou a venda da Jaguar e da Land Rover, por US$ 2,3 bilhões, para a indiana Tata Motors.

O preço de venda representou aproximadamente 40% do valor pago pela Ford pelas duas marcas. No ano passado, acionistas da Ford pressionavam a empresa para que também vendesse a marca Mercury.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG