Oitocentos trabalhadores da linha de produção da Ford em São Bernardo do Campo (SP) entrarão em férias coletivas no dia 19, de acordo com a assessoria do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC. Quatro dos 25 dias em que os trabalhadores estarão parados correspondem ao banco de horas e compensações salariais a que têm direito.

Em relação aos outros 21 dias, eles receberão o valor normal do salário, segundo o sindicato.

Segundo o sindicato, o acordo de férias coletivas e utilização de banco de horas foi firmado com a diretoria da montadora - a reportagem não conseguiu confirmar com a Ford a informação do acordo. A Ford tem 3,2 mil funcionários em São Bernardo. "O sindicato defende que os mecanismos de negociação devem ser esgotados antes de qualquer outra alternativa", afirma nota da sindicato.

Leia mais sobre emprego

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.