Tamanho do texto

PARIS (Reuters) - A Europa deve adotar uma postura coordenada sobre a crise financeira e países não deveriam mostrar sinais de ação isoladamente, disse no sábado o diretor-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Dominique Strauss-Kahn. Ele falou após uma reunião com o presidente francês, Nicolas Sarkozy, que é o anfitrião de uma reunião com alguns líderes europeus neste sábado para discutir uma reação da Europa à crise.

Ele também afirmou que o FMI revisará para baixo as previsões de crescimento econômico mundial.

"A situação econômica mundial é muito preocupante e o FMI vai divulgar previsões de crescimento que são notadamente menores do que fizemos até agora", declarou Strauss-Kahn a repórteres após a reunião.

(Reportagem de Tamora Vidaillet)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.