Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

FMI prevê que inflação da zona do euro seguirá previsões do BCE

Washington - O Fundo Monetário Internacional (FMI) previu nesta segunda-feira que a inflação na zona do euro seguirá o que foi previsto pelo Banco Central Europeu (BCE) e cairá para menos de 2% em 2009.

EFE |

A inflação nos 15 países que fazem parte da zona do euro alcançou em julho um recorde histórico de 4,1%.

"Com a economia se desacelerando e sempre e quando os preços dos alimentos e da energia se estabilizarem, a inflação deveria cair de forma considerável, apesar dos riscos continuarem sendo altos", informou hoje o FMI em sua análise anual da economia da zona do euro.

Apesar de preverem uma desaceleração inflacionária, os membros do Conselho Executivo do FMI, formado por funcionários designados pelos governos dos países-membros, não chegaram a um acordo sobre os passos que devem ser seguidos pelo BCE.

O BCE aumentou as taxas de juros de 4% para 4,25% em julho e espera-se que as mantenha sem variação quando se reunir na quinta-feira diante dos sinais de um grande esfriamento na zona do euro.

Alguns dos membros do Conselho Executivo afirmam que o mais adequado é manter as taxas de juros sem variações.

Outro grupo destaca a importância de permanecer vigilante diante das pressões inflacionárias que se percebem na região, sobretudo se os custos trabalhistas aumentarem em 2009.

A entidade manteve sem variações sua perspectiva de crescimento para 2008 em 1,7% e para 2009 de 1,2%, em comparação ao 2,6% de 2007.

Leia mais sobre zona do euro

Leia tudo sobre: inflaçãozona do euro

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG