Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

FMI pode prever crescimento mundial nulo em 2009

O Fundo Monetário Internacional (FMI) poderá revisar para baixo sua previsão de crescimento da economia mundial para 2009 e reduzi-la a zero, advertiu nesta quarta-feira seu diretor-geral, Dominique Strauss-Kahn, em entrevista ao jornal Les Echos.

AFP |

O FMI já tinha reduzido, no final de janeiro, sua previsão de crescimento mundial, para 0,5% em 2009, com recessão de 2% nos países ricos, "e as cifras conhecidas posteriormente não são boas", destacou.

"Na próxima previsão do FMI, dentro de três meses, poderemos nos aproximar do zero", com "o risco de que a recessão se agrave" nos países desenvolvidos, destacou Strauss-Kahn.

O dirigente máximo do FMI repetiu que o início de 2010 será, "talvez, o momento da mudança" na conjuntura, isto se "o saneamento do setor financeiro e a limpeza dos balanços bancários" forem aprofundados e acelerados, especialmente na Europa, "onde a atuação segue lenta".

Na mesma entrevista, Strauss-Khan estima que o G20 vai se tornar, provavelmente, em uma "espécie de órgão de governabilidade mundial", mas que será preciso ampliá-lo aos países africanos e ao Oriente Médio, já que em "termos de legitimidade, ter apenas os 20 maiores PIB mundiais já não é suficiente".

Para a Cúpula do G20 de 2 de abril, em Londres, o patrão do FMI espera decisões "sobre a regulamentação financeira e a saída da crise", assim como "uma modificação dos instrumentos e do funcionamento da governabilidade mundial".

ved/LR/sd

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG