Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

FMI pede novas medidas para evitar recessão mundial

O primeiro sub-diretor do FMI (Fundo Monetário Internacional), John Lipsky, afirmou nesta quarta-feira que os grandes esforços feitos até agora pelos países industrializados para revitalizar suas economias são insuficientes para impedir que o mundo entre em recessão.

AFP |

"Minha mensagem principal é que são necessárias novas e vigorosas medidas para impedir uma contração séria da economia mundial", destacou Lipsky, em discurso ao Conselho para Relações Exteriores em Nova York.

As medidas indispensáveis devem apontar para estabilizar os sistemas financeiros dos países desenvolvidos e apoiar o consumo, declarou o número dois do Fundo.

Para ele, "são necessárias medidas de natureza monetária e orçamentária".

Lipsky lembrou que o FMI promove planos de retomada ambiciosos, que envolvem somas de ao menos 2% do PIB de cada país participante.

"Mas o que recomendaríamos é que certos países importantes destinem significativamente mais de 2% de seu PIB a gastos orçamentários, porque outros não estão em situação de contribuir com nada", acrescentou, sem citar países em particular.

fga/lm

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG