Tamanho do texto

BRUXELAS (Reuters) - O Fundo Monetário Internacional (FMI) mantém sua avaliação de que as perdas dos ativos norte-americanos geradas pela crise imobiliária serão de cerca de 1 trilhão de dólares, apesar dos novos problemas surgidos recentemente no setor bancário, disse uma autoridade sênior do organismo nesta quarta-feira. Basicamente, acreditamos que esse seja um dado razoável e não estamos revisando nosso número todo dia, afirmou Jaime Caruana, diretor do departamento de mercados financeiros e de capital do FMI, a jornalistas.

Pouco antes, ele disse ao Parlamento Europeu que o sistema financeiro pode ter mais dificuldades em ampliar o crédito que a economia precisa para crescer.

(Por Huw Jones)