Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

FMI espera ritmo de crescimento menor para Brasil em 2009, de 1,8%

SÃO PAULO - O Fundo Monetário Internacional (FMI) projeta expansão de 1,8% para a economia brasileira em 2009, taxa essa 1,2 ponto inferior àquela estimada anteriormente para o período, de 3%. Para 2010, contudo, o organismo prevê um crescimento um pouco melhor, de 3,5%.

Valor Online |

As estimativas para o desempenho da atividade econômica de outros integrantes do chamado BRIC (Brasil, Rússia, Índia e China) também foram modificadas. A economia russa, por exemplo, deve encolher 0,7% este ano, em vez de crescer 3,5%, como constava do relatório de novembro do FMI.

A economia da China deve seguir avançando, mas a um ritmo menos acentuado - de 6,7% em 2009, taxa essa 1,8 ponto menor do que aquela vislumbrada no documento passado (8,5%). Para a Índia, a perspectiva é de crescimento de 5,1% contra os 6,3% aguardados no estudo antecedente.

A economia mundial deve expandir-se apenas 0,5% em 2009, acredita o FMI, ante projeção ante projeção anterior de 2,2%. Contudo, ajudada pelos esforços contínuos visando a abrandar as restrições no crédito bem como as políticas monetária e fiscal expansionistas, a atividade econômica mundial deve experimentar uma recuperação gradual em 2010, com o crescimento indo a 3%. "Esta perspectiva é altamente incerta e o tempo e o ritmo da recuperação depende muito de fortes ações de política [monetária e fiscal]", ressaltou o Fundo em nota.

(Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG