Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

FMI elogia intervenção governamental nas agências hipotecárias dos EUA

Washington, 8 set (EFE).- A intervenção do Governo dos Estados Unidos nas maiores agências hipotecárias do país ajudará a sustentar os mercados, afirmou o diretor-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Dominique Strauss Kahn.

EFE |

O secretário do Tesouro americano, Henry Paulson, anunciou no último domingo a intervenção do Governo Bush na Fannie Mae e na Freddie Mac, duas instituições hipotecárias que, em conjunto, têm os títulos da metade de toda a dívida hipotecária nos EUA, que supera US$ 11 trilhões.

Strauss Kahn chamou o plano anunciado por Paulson de uma "ação decisiva para remediar a difícil situação financeira da Fannie Mae e da Freddie Mac".

"Estas instituições são centrais nos mercados de hipotecas e da habitação nos Estados Unidos", acrescentou. "Esta ação ajudará a sustentar estes mercados e, por extensão, as perspectivas econômicas e financeiras".

Um aspecto chave do plano, segundo o chefe do FMI, é "o fornecimento de apoio explícito do Tesouro para as atividades de negócios regulares" das duas companhias com problemas.

Paulson prometeu um apoio de até cerca de US$ 200 bilhões para a Fannie Mae e a Freddie Mac.

Este apoio, segundo Strauss Kahn, "permitirá um aumento modesto e temporário das pastas destas instituições nos próximos 15 meses, o que apoiará uma disponibilidade mais ampla de financiamento para as hipotecas". EFE jab/fal

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG