Segundo o Fundo, zona do euro deve crescer 1,7% em 2011; expectativa para China é de expansão de 10,5%

O Fundo Monetário Internacional (FMI) elevou sua previsão para o crescimento econômico da zona do euro nesta quarta-feira, dizendo que a forte resposta das políticas da região ajudou a amenizar o impacto da crise de dívida.

O órgão revisou o prognóstico para 1,7%, ante 1% no relatório de julho, e aumentou a estimativa para 2011 para 1,5%, contra 1,3% antes.

O FMI também disse, em seu relatório Perspectiva Econômica Mundial, prever uma expansão de 10,5% da China neste ano e de 9,6% em 2011. Os números são os mesmos de julho.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.