Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

FMI: Economia da Costa Rica se desacelerará em 2008 devido à crise mundial

San José, 4 jul (EFE).- Uma missão do Fundo Monetário Internacional (FMI) afirmou que o crescimento econômico da Costa Rica se desacelerará este ano por causa da crise mundial, mas que o país está bem preparado para enfrentar a conjuntura, informou hoje o Banco Central do país.

EFE |

Segundo o relatório da missão do FMI que visitou o país recentemente, o elevado nível de preços das matérias-primas e a desaceleração da economia americana gerarão um maior déficit em conta corrente na Costa Rica.

"Por enquanto, o crescimento da economia resiste a estas fortes perturbações: apesar de ter experimentado um esfriamento moderado nos primeiros meses do ano, continuou sendo impulsionado por uma dinâmica demanda interna", diz o relatório.

"No entanto, a escalada dos preços das matérias-primas, somada às pressões da demanda interna, impulsionou uma forte alta na inflação (6,55% no primeiro semestre). Os preços dos alimentos aumentaram duas vezes mais que o nível geral da inflação, o que afeta desproporcionadamente os pobres", advertiu o FMI.

O Fundo prevê que a atividade econômica na Costa Rica diminua e que o déficit em conta corrente se amplie "como conseqüência da alta significativa nos preços do petróleo e do menor crescimento das exportações".

"O principal risco para esta projeção é a possibilidade de que se produzam novos choques mundiais - sobretudo escaladas nos preços das matérias-primas - com mais repercussões negativas para o crescimento, a inflação e o saldo da conta corrente externa", disse a entidade.

A próxima missão do FMI visitará a Costa Rica para analisar a evolução de sua economia em dezembro próximo. EFE nda/ma

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG