Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

FMI: crise não terminou e mais bancos podem fechar

A crise financeira global ainda não terminou e mais bancos correm o risco de fechar, levando ao possível desaparecimento de instituições de investimento independentes, advertiu hoje o diretor-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Dominique Strauss-Kahn. O fato de um certo número de bancos nos Estados Unidos estar se reestruturando não deve ser motivo de pânico, disse Strauss-Kahn em declaração feita na esteira do pedido de concordata do banco americano de investimentos Lehman Brothers.

Agência Estado |

"Mas acontecimentos como esse aumentam as incertezas, e tensões financeiras não podem ser descartadas do cenário de curto prazo", uma vez que há outros bancos em situação ruim, declarou.

O diretor-gerente do FMI previu ainda um "setor financeiro global mais estreito" e observou que "alguns players (participantes) sumirão", especialmente nos EUA, com a possibilidade do desaparecimento gradual de bancos de investimento independentes, como o Lehman. As informações são da Dow Jones.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG