Tamanho do texto

O Conselho Executivo do Fundo Monetário Internacional (FMI) anunciou a criação de uma linha de liquidez de curto prazo (SLF, na sigla em inglês) para estabelecer um rápido canal de desembolso de financiamento para países com fortes políticas econômicas que estejam enfrentando problemas temporários de liquidez nos mercados de capital globais. Eu estou muito satisfeito em anunciar que a Diretoria Executiva aprovou o estabelecimento de um novo instrumento para países com acesso ao mercado: a linha de liquidez de curto prazo, declarou o diretor-gerente do Fundo, Dominique Strauss-Kahn, em nota divulgada no site do órgão.

"A desordem em andamento nos mercados globais de capital tem levado a dificuldades de liquidez significativas para alguns países dos mercados emergentes, mesmo embora aqueles países tenham mantido agendas macroeconômicas saudáveis e tenham histórias sustentadas de acesso ao mercado. Linhas de empréstimos existentes do Fundo oferecem flexibilidade. Contudo, elas são fundamentalmente usadas por países que exigem financiamento e ajuste na política e não para países que, apesar da forte posição macroeconômica inicial e políticas, estão enfrentando pressão de liquidez de curto prazo. Esta nova linha enfrenta aquela lacuna no conjunto de instrumentos de suporte financeiro do Fundo."

Strauss-Kahn enfatizou que o FMI está comprometido em promover uma abordagem coordenada e cooperativa para lidar com a atual crise. "Tempos excepcionais pedem uma resposta excepcional", disse o diretor-gerente do Fundo, segundo a nota. "O Fundo está respondendo rapidamente e com flexibilidade aos pedidos para financiamento. Estamos oferecendo a alguns países recursos substanciais sobre uma base acelerada, com as condições baseadas apenas em medidas absolutamente necessárias para superar a crise e restaurar uma posição externa viável", disse.

O diretor-gerente do Fundo também elogiou a medida anunciada pelo Federal Reserve (Fed, banco central dos EUA), junto com Banco Central do Brasil, Banco do México, Banco da Korea e a Autoridade Monetária de Cingapura, para o estabelecimento de linhas temporárias recíprocas de swap (troca) de moedas. Em nota separada, o Fed também deu as boas vindas à nova linha de liquidez de curto prazo do FMI.

Leia também

Para saber mais

Serviço 

Opinião