O Fundo Monetário Internacional (FMI) confirmou o acordo para a concessão de uma linha de crédito de US$ 2,1 bilhões por dois anos com a Islândia. O acordo prevê o repasse imediato de US$ 833 milhões para o governo do país europeu, a partir de sua aprovação pela diretoria do Fundo.

"A Islândia preparou um programa econômico ambicioso, que visa a restaurar a confiança no sistema bancário, estabilizar a krona por meio de políticas macroeconômicas fortes e ajudar o país a alcançar uma consolidação fiscal no médio prazo, depois do colapso de seu sistema bancário. Acredito que essas políticas fortes justificam o alto nível de acesso a recursos do Fundo - o equivalente a 1.190% da cota da Islândia no FMI - e merecem o apoio da comunidade internacional", disse em comunicado o diretor-gerente do FMI, Dominique Strauss-Khan. As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.