Tamanho do texto

O Fundo Monetário Internacional (FMI) anunciou, nesta quarta-feira, que seu conselho de administração havia aprovado a criação de uma facilidade de liquidez de curto prazo para os países que enfrentem problemas de liquidez temporária nos mercados mundiais de capitais.

Hoje, o diretor-geral do FMI, Dominique Strauss-Kahn, disse, porém, que os recursos de sua instituição "talvez não sejam suficientes" para enfrentar a crise.

"Provavelmente, vamos precisar de mais recursos. Por quê? Porque a crise não causa apenas problemas na balança de pagamentos, um aumento das necessidades de liquidez em curto prazo que esta facilidade vai atender, mas que, provavelmente, haverá um problema mais amplo", explicou.

hh/tt