Kuala Lumpur, 9 jun (EFE).- O subdiretor-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Naoyuki Shonahara, aconselhou os países asiáticos a tomarem medidas para evitar reflexos da crise financeira na Europa.

Kuala Lumpur, 9 jun (EFE).- O subdiretor-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Naoyuki Shonahara, aconselhou os países asiáticos a tomarem medidas para evitar reflexos da crise financeira na Europa. "Os eventos adversos na Europa podem interromper o comércio global, com graves implicações para a Ásia por sua dependência da demanda externa", afirmou Shinohara durante uma conferência em Cingapura. O subdiretor do FMI disse que a recuperação econômica global está sendo liderada pela Ásia, especialmente pela China, enquanto destacou a gravidade da crise originada na Grécia, que levou o euro a seu valor mais baixo nos últimos quatro anos. Para Shonahara, os países asiáticos devem fomentar a demanda interna para não depender tanto das exportações, o que os torna vulneráveis às recessões de outros continentes. O dirigente pediu medidas para que evitar que a economia se superaqueça por conta dos movimentos de capital que, após o desastre europeu, chegarão em massa aos países asiáticos atraídos por seu crescimento e as baixas taxas de juros. EFE mal/fm

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.