O diretor do FMI, Dominique Strauss-Kahn, minimizou a importância do rebaixamento do rating de Espanha e Portugal. "As agências de rating nem sempre acertam.

O diretor do FMI, Dominique Strauss-Kahn, minimizou a importância do rebaixamento do rating de Espanha e Portugal. "As agências de rating nem sempre acertam. As pessoas acreditam e, por isso, têm influência a curto prazo, mas a longo prazo, predominam outros fatores." A chanceler alemã, Angela Merkel, confrontada com a mesma pergunta, disse que não é seu trabalho avaliar as agências de rating, mas lembrou que, mais que essas notas, o que preocupa é o alto déficit que há em toda a Europa.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.