SÃO PAULO - O fluxo de veículos nas rodovias concedidas cresceu 3% em novembro, na comparação com o mesmo mês do ano passado. O fluxo de veículos leves subiu 4,4% e o de pesados caiu 1,0%.

O cálculo do movimento nas estradas, que serve como indicador de nível de atividade da economia, é feito pela Associação Brasileira de Concessionárias de Rodovias (ABCR) em conjunto com a Tendências Consultoria Integrada.

Apesar da alta na comparação anual, o fluxo de veículos nas estradas concedidas caiu em novembro em relação a outubro, apresentando recuo de 0,5% já considerando o ajuste sazonal. Nesta comparação, o fluxo de veículos leves subiu 0,5% e o de pesados teve queda de 2,0%.

Nos últimos doze meses (acumulado de dezembro de 2007 a novembro de 2008 sobre dezembro de 2006 a novembro de 2007) o fluxo total de veículos subiu 6,2%. Nessa mesma base de comparação, o fluxo de leves cresceu 6,4% e o de pesados, 5,5%.

Segundo a ABCR e a Tendências, o fluxo de veículos pesados tem alta correlação com a produção industrial e agrícola. Já o fluxo de veículos leves tem relação com o fator renda.

(Valor Online)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.