SÃO PAULO - Após mostrar estabilidade na primeira semana de dezembro, o fluxo de câmbio contratado nas instituições financeiras mostrou uma forte saída de recursos do país entre os dias 8 e 12 de dezembro, de US$ 2,169 bilhões. No acumulado do mês até agora, a saída é de US$ 2,163 bilhões, segundo dados divulgados hoje pelo Banco Central (BC).

Em novembro, o fluxo negativo havia sido de US$ 7,159 bilhões, o pior resultado desde janeiro de 1999.

Nas duas primeiras semanas de dezembro de 2007, a entrada líquida de recursos havia somado US$ 4,868 bilhões.

De acordo com o BC, o saldo da primeira quinzena do mês derivou de ingressos líquidos de US$ 249 milhões nas operações de comércio exterior, anulados por remessas no montante de R$ 2,411 bilhões no segmento do câmbio financeiro.

Os contratos de câmbio para exportação somaram US$ 5,311 bilhões, e as importações geraram contratação da ordem de US$ 5,062 bilhões.

Já nas operações do câmbio financeiro, os ingressos nas diversas modalidades de empréstimos somaram US$ 15,350 bilhões na semana. Mas as saídas de recursos do país em pagamento a compromissos externos, como lucros e dividendos das multinacionais, ou resgates de aplicações e pagamento de dívidas, somaram US$ 17,762 bilhões.

No acumulado de janeiro até a segunda semana de dezembro, o fluxo cambial está positivo em US$ 3,227 bilhões, enquanto em período igual de 2007 registrava uma sobra de US$ 86,926 bilhões, de acordo com a autoridade monetária.

(Valor Online)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.