Tamanho do texto

BRASÍLIA - O fluxo de câmbio contratado nas instituições financeiras em abril foi positivo em US$ 2,248 bilhões, segundo informou hoje o Banco Central (BC). O saldo de abril é o mais elevado desde novembro de 2009, que fechou com entrada líquida de US$ 3,89 bilhões.

BRASÍLIA - O fluxo de câmbio contratado nas instituições financeiras em abril foi positivo em US$ 2,248 bilhões, segundo informou hoje o Banco Central (BC). O saldo de abril é o mais elevado desde novembro de 2009, que fechou com entrada líquida de US$ 3,89 bilhões. Em março, o resultado também foi positivo, em US$ 2,114 bilhões. De acordo com os dados do BC, o resultado líquido positivo do mês passado decorre da sobra de US$ 2,887 bilhões nas operações fechadas no câmbio financeiro. Para fazer transações com capitais (investimentos em bolsa e títulos, empréstimos) e serviços (turismo, pagamento de juros, remessa de lucros), os bancos compraram US$ 27,897 bilhões e venderam US$ 25,01 bilhões. Por outro lado, ficou negativo o resultado do câmbio comercial, no qual são registrados os dados do comércio exterior brasileiro. Os recursos contratados para importação somaram US$ 13,389 bilhões, superando as entradas com exportações (US$ 12,75 bilhões) e gerando saída líquida de US$ 639 milhões no mês. Em abril do ano passado, o fluxo cambial foi positivo em US$ 1,43 bilhão. De janeiro a abril deste ano, o resultado acumulado mostra entrada líquida de US$ 5,038 bilhões, ao contrário do registrado em igual período de 2009, quando o câmbio teve saída de US$ 1,544 bilhão. Os bancos inverteram o posicionamento em termos de reservas de dólares. Passaram de uma posição comprada de US$ 453,4 milhões em março para uma posição vendida de US$ 2,983 bilhões em abril. (Paula Cleto | Valor)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.