Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Fluxo cambial fecha 2008 negativo em US$ 983 milhões

SÃO PAULO - O fluxo cambial fechou 2008 negativo em US$ 983 milhões. Foi o primeiro ano em que o balanço das entradas e saídas de divisas no mercado primário de câmbio fica no vermelho desde o déficit de US$ 12,9 bilhões apurado em 2002.

Valor Online |

De 2003 a 2007, as entradas superaram as saídas em ritmo crescente até chegar ao recorde de 2007, quando houve um superávit de US$ 87,4 bilhões de 2007.

Apenas no mês de dezembro, a saída líquida de dólares foi de US$ 6,373 bilhões, abaixo dos US$ 7,159 bilhões de novembro. Em dezembro de 2007, porém, o fluxo havia sido positivo em US$ 5,397 bilhões.

O câmbio comercial, no qual são registrados os dados do comércio exterior brasileiro, registrou saída líquida de US$ 119 milhões em dezembro, com exportações de US$ 11,405 bilhões e importações de US$ 11,524 bilhões. No ano, as transações comerciais acumularam fluxo positivo de US$ 47,9 bilhões, com US$ 187,984 bilhões em exportações e US$ 140,084 bilhões em importações.

No câmbio financeiro, no qual são fechadas as operações com capitais (investimentos, empréstimos, etc) e serviços (turismo, pagamento de juros, remessa de lucros, etc), o fluxo ficou negativo em US$ 6,254 bilhões em dezembro, com as compras atingindo US$ 35,386 bilhões e as vendas somando US$ 41,640 bilhões. No ano, a conta financeira apontou saída líquida de US$ 48,883 bilhões, com compras no valor de US$ 421,240 bilhões e vendas de US$ 470,123 bilhões.

As instituições financeiras diminuíram em dezembro a posição "comprada" em câmbio. De acordo com o BC, os bancos mantinham em estoque (ou seja, estavam "comprados") US$ 1,013 bilhões em dezembro, abaixo dos US$ 2,530 bilhões de novembro. Em dezembro de 2007, as instituições financeiras estavam "compradas" em US$ 7,331 bilhões.

Leia tudo sobre: câmbiodolar

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG