Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Fipe mantém previsão de 0,95% para IPC de julho

O novo coordenador do Índice de Preços ao Consumidor (IPC) da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), Antonio Evaldo Comune, manteve hoje em 0,95% a projeção para a inflação na cidade de São Paulo no mês de julho. Em entrevista à imprensa, ele ressaltou, no entanto, que há um viés de baixa para a estimativa, que poderá ser alterada na próxima divulgação do indicador.

Agência Estado |

"Prefiro manter a previsão de 0,95%, mas acredito que a taxa de inflação poderá ficar mais parecida com o que vimos na primeira quadrissemana do que com o fechamento do mês passado", disse Comune, referindo-se à alta de 0,77% da primeira prévia de julho do IPC, que representou uma desaceleração de 0,19 ponto porcentual em relação à taxa de 0,96% do final de junho.

De acordo com Comune, a desaceleração observada no indicador tem grande ligação com o que aconteceu com a maioria dos grupos pesquisados na primeira quadrissemana de julho. O destaque do levantamento foi o comportamento do grupo Habitação, que saiu de uma taxa de 0,30% para uma variação de 0,12%, por conta, principalmente, da queda de 1,86% do item energia elétrica, proporcionada pela alíquota menor de PIS/Pasep e Cofins determinada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) para as contas da AES Eletropaulo deste mês.

Outro fator importante foi o comportamento de alta mais amena da alimentação. Apesar de o grupo permanecer em um nível bastante elevado, de 2,34%, e representar cerca de 70% de toda a inflação paulistana, apresentou uma taxa 0,53 ponto porcentual menor do que a apurada no final de junho, quando houve variação de 2,87%. Para todo o ano de 2008, Comune manteve a previsão de uma taxa de 6,35%.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG