O preço da gasolina na cidade de São Paulo ficou estável na primeira quadrissemana de setembro (últimos 30 dias encerrados no dia 7), conforme informação divulgada hoje pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) por meio do Índice de Preços ao Consumidor (IPC). No final de agosto, o combustível havia apresentado queda de 0,09%.

O comportamento da gasolina tem ligação com o do álcool, que tem participação na composição do combustível vendido no País. Na última pesquisa do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea/Esalq), divulgada na sexta-feira (dia 5), o preço do álcool anidro, que é utilizado na mistura da gasolina, subiu 0,93% nas usinas paulistas.

Especificamente em relação ao valor do álcool vendido nos postos da cidade de São Paulo, a Fipe apurou por meio do IPC que houve elevação de 0,94% na primeira quadrissemana de setembro ante variação positiva de 0,93% no fechamento de agosto.

Outro combustível importante, o óleo diesel, apresentou alta de 0,76%, segundo a Fipe, ante aumento de 0,77% no final do mês passado.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.