Tamanho do texto

Helsinque, 22 abr (EFE).- A Autoridade Finlandesa de Aviação Civil (Finavia) anunciou hoje que manterá o espaço aéreo fechado na metade sul do país, o que afetará seus principais aeroportos, incluindo o de Helsinque.

Helsinque, 22 abr (EFE).- A Autoridade Finlandesa de Aviação Civil (Finavia) anunciou hoje que manterá o espaço aéreo fechado na metade sul do país, o que afetará seus principais aeroportos, incluindo o de Helsinque. A medida forçou a companhia aérea Finnair a cancelar todos os seus voos nacionais e europeus previstos para hoje até as 15h locais (9h de Brasília). A Finavia assinalou em comunicado que o espaço aéreo só permanece aberto na região norte, onde operam com normalidade os aeroportos regionais. Além disso, os aviões que cobrem rotas transoceânicas continuam autorizados a sobrevoar a Finlândia acima da nuvem vulcânica, a cerca de 10.000 metros de altitude. As restrições ao tráfego aéreo poderiam ser suspensas na tarde de hoje (local) se forem confirmadas as previsões meteorológicas, que indicam o afastamento da nuvem de cinzas procedente do vulcão islandês. EFE Jg/mh
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.