Evento vai reunir 300 redes franqueadoras e deve gerar R$ 99 milhões com negócios, valor três vezes maior que o estimado em 2009

Começa nesta quarta-feira a 19ª edição da ABF Franchising Expo 2010, maior feira de negócios de franquias da América Latina e segunda maior do mundo. Com a participação de 300 expositores dos mais diferentes segmentos, o setor espera movimentar R$ 99 milhões em novos negócios, quantia mais que três vezes maior que a estimada em 2009, quando o esperado não ultrapassava R$ 30 milhões. O evento acontece no Expo Center Norte, em São Paulo, e vai até sábado, dia 12.

Na feira, os visitantes poderão conhecer mais como funciona o sistema de franquias, pesquisar oportunidades de negócios e comparar ofertas antes de adquirir uma franquia. Segundo Ricardo Camargo, diretor da Associação Brasileira de Franchising (ABF), o evento é uma excelente ponte entre pessoas que desejam investir em uma franquia e as redes franqueadoras. “Mais de 600 contratos devem começar a ser negociados lá, mas nenhum poderá ser fechado”, afirmou o executivo.

O evento contará com mais de 30 marcas que participarão pela primeira vez da feira. É o caso da Curso Mais Interativos, franquia no segmento de educação, lançada no mercado há menos de um ano. “Esperamos angariar pelo menos 30 novos franqueados no evento”, afirmou Ana Maria Amaral, executiva da rede.

O ano passado, 260 novas redes foram lançadas no Brasil. Atualmente, existem mais de 1,6 mil marcas de franquias. Os setores de maior destaque são alimentação, vestuário, calçados e acessórios. “Esses são segmentos mais fáceis de serem administrados ao longo do tempo. É diferente, por exemplo, do segmento de tecnologia, no qual os investidores precisam sempre estar se reinventando”, afirmou Camargo.

Em 2009, o setor de franquias registrou um faturamento recorde de R$ 63 bilhões, o que representou um crescimento de 14,7% em relação ao ano anterior. Este ano, espera-se um crescimento entre 15 e 16% no faturamento. O número de unidades de redes franqueadas saltou de 71,9 mil para 79,9 mil, aumento de 11%.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.