A partir de 21 de maio, essas transações bancárias poderão ser feitas a R$ 3 mil

O limite mínimo para a realização das Transferências Eletrônicas Disponíveis, as TEDs bancárias, vai cair de R$ 5 mil para R$ 3 mil a partir de 21 de maio. Em comunicado, a Federação Brasileira de Bancos (Febraban) diz que, após a medida, as transferências de recursos no Brasil vão ficar mais ágeis.

Em março, a Câmara Interbancária de Pagamentos (CIP), responsável pelo processamento desse tipo de operação, realizou um total de 279 mil TEDs por dia. Com o novo limite de R$ 3 mil, a Febraban estima que o número de TEDs processadas subirá para 335 mil diariamente.

Ainda de acordo com a Federação dos Bancos, a decisão de diminuir o valor das TEDs ocorreu após uma percepção de que o sistema como um todo já tem estrutura tecnológica suficiente para suportar a nova demanda de processamento.

A TED, assim como o DOC, pode ser feita  entre diferentes titularidades ou mesma titularidade. Para realização desta transferência é necessário informar os dados do destinatário: nome completo, CPF e dados do banco e da conta corrente. Na TED, o valor é creditado no banco de destino no próprio dia (praticamente em tempo real), enquanto o DOC só é creditado no dia útil seguinte.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.