Publicidade
Publicidade - Super banner
Finanças Pessoais
enhanced by Google
 

Entenda os sistemas de amortização

Sistema de Amortização Constante (SAC) e Tabela Price são as principais modalidades oferecidas pelo mercado

Carin Homonnay Petti, especial para o iG |

Na escolha do financiamento, pode ser possível optar pela forma de pagamento dos juros da dívida, determinada pelo chamado sistema de amortização. Existem dois principais deles: o SAC (Sistema de Amortização Constante), que prevê o pagamento de prestações decrescentes, e a Tabela Price, com parcelas iguais ou, em contratos pós-fixados, variáveis apenas pela indexação à TR. Confirma como funcionam:

SAC – É a modalidade mais comum do mercado. Pelo sistema, todo mês o comprador amortiza uma parte igual do principal da dívida. Resultado: no mês seguinte, como o saldo devedor é menor, os gastos com juros caem e, consequentemente, a prestação também encolhe. Assim ocorre sucessivamente até o final do contrato.

A grande vantagem do sistema é que, terminado o financiamento, o volume desembolsado no pagamento de juros é menor. 

A desvantagem está no fato de que as prestações iniciais costumam ficar entre 20% e 30% acima das cobradas na Tabela Price. “O sistema é a melhor opção para quem tiver condições de desembolsar mais no pagamento das primeiras prestações”, afirma o especialista em matemática financeira José Vieira Dutra Sobrinho, vice-presidente da Ordem dos Economistas do Brasil e professor do Insper (ex-Ibmec-SP).

É importante também ressaltar que o SAC, corrigido pela TR, não pode ser utilizado em financiamentos com prestações prefixadas.

Tabela Price – As prestações são calculadas de forma a se manter constantes ao longo dos pagamentos, embora possa ser prevista a correção pela TR. Pelo sistema, o pagamento da quantia referente ao principal da dívida é menor no começo do contrato. Com a amortização reduzida, o comprador acaba desembolsando mais no pagamento dos juros.

Veja a simulação:

O que escolher? SAC ou Tabela Price

Compare quanto você desembolsaria, em cada sistema de amortização, para financiar R$ 150 mil, com juros anuais de 10,5% e prazo de 20 anos para pagamento. Obs. Os valores desconsideram a cobrança de seguros, taxas bancárias e correção monetária

Gerando gráfico...
Fonte: Associação dos Mutuários de São Paulo e Adjacências.
Leia tudo sobre: amortizaçãoSACTabela Price

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG