Produto está presente em 18% das residências da Classe AB, 8 pontos percentuais a mais que o verificado na aposentadoria

O Estudo Fenaprevi – Kantar, que está sendo divulgado nesta quarta-feira, avaliou também a presença de seguros de vida nos domicílios brasileiros. O produto está presente em 18% das residências da Classe AB, 8 pontos percentuais a mais que o verificado nos planos de previdência.

Nos domicílios de Classe C, o índice de penetração é de 6%, contra 4% em previdência. E na Classe DE, o seguro de vida e de acidentes pessoais já está presente em 2% dos lares.

O mercado de seguros voltados para pessoas, que engloba planos prestamistas, educacionais, vida individual e grupo, acumulou R$ 8,7 bilhões de janeiro a julho. Com aumento de 13,12% em comparação aos R$ 7,7 bilhões registrados no mesmo período do ano anterior.

O seguro de vida individual bateu a marca de R$ 605 milhões, alta de 34,42%. O maior volume de vendas de seguros de vida individual deve-se ao aumento de renda e oferta de crédito, principalmente para as classes C e D, que ascenderam e estão tendo mais acesso ao consumo.

Os dados são da Fenaprevi (Federação Nacional de Previdência Privada e Vida), associação que representa 80 empresas que comercializam produtos de vida e previdência. Os números consolidados tem como base as informações coletadas pela Susep (Superintendência de Seguros Privados). O levantamento não inclui o VGBL, considerado para esse fim como plano de caráter previdenciário, por possuir cobertura por sobrevivência.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.