Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Fim de fábricas de brinquedo deixa 2 milhões sem emprego na China

Pequim - O fechamento de cerca de 4.800 fábricas de brinquedos na China em 2008, devido à crise econômica mundial, provocou a perda de perto de dois milhões de empregos no país asiático, informou hoje o jornal South China Morning Post.

EFE |

O número de fábricas de brinquedos na China caiu de oito mil para 3.200 no ano passado, a maioria delas situadas na província de Cantão, a mais afetada do país pela baixa das exportações, segundo dados oficiais citados pelo diário.

A quebra da firma de brinquedos americana KB Toys também acrescentou dificuldades a um dos setores mais abalados pela queda da demanda nos Estados Unidos e na União Européia.

A KB Toys deve US$ 27,2 milhões a mais de 100 pequenas e médias empresas de brinquedos de Hong Kong, a maioria delas com instalações na China.

No total, cerca de 10 milhões de pessoas perderam seus empregos na China nos últimos meses devido à crise financeira mundial, o que provocou a queda das exportações do país asiático, seu principal motor econômico nos últimos anos.

Leia mais sobre: China

Leia tudo sobre: china

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG