SÃO PAULO - O total de salários reais pagos pelas indústrias paulistas cedeu 2,4% em agosto perante julho, sem ajuste sazonal. Na comparação com o oitavo mês de 2007, contudo, foi verificado acréscimo de 7%.

No acumulado dos primeiros oito meses deste ano, a alta foi de 4,9%.

Os dados foram apresentados há pouco pela Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) e pelo Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp) e fazem parte do Indicador de Nível de Atividade (INA) da indústria de transformação paulista.

O salário real médio do setor, por sua vez, caiu 2,6% em relação a julho, mas registrou avanço perante 2007, de 1,8%. No acumulado do ano, entretanto, houve redução de 0,2%.

As horas trabalhadas na produção ficaram praticamente estável, com alta de 0,1% no mês em agosto (sem ajuste sazonal) e tiveram elevação de 3,1% ante agosto do ano passado. De janeiro a agosto de 2008, o crescimento foi de 5,2%.

(Bianca Ribeiro | Valor Online)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.