Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Fidel Castro: Obama não recuperará capitalismo dos EUA

O ex-presidente cubano Fidel Castro disse ontem que o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, e sua equipe não conseguirão recuperar o capitalismo norte-americano. Obama, (Rahm) Emanuel (chefe de gabinete da Casa Branca) e todos os brilhantes políticos e economistas que eles reuniram não serão suficientes para resolver os crescentes problemas da sociedade capitalista dos EUA, disse Castro, em um artigo divulgado pela mídia estatal.

Agência Estado |

Castro, de 82 anos, tem se manifestado de maneira cada vez mais crítica em relação ao novo presidente dos EUA, depois de tê-lo cumprimentado pela vitória eleitoral em novembro do ano passado. Enquanto Obama aguarda ansiosamente nesta semana a aprovação do Senado dos EUA de um pacote de mais de US$ 800 bilhões que, segundo o presidente norte-americano, é necessário para evitar um desastre econômico, Castro afirma que a recuperação econômica dos EUA depende de que todo o resto do mundo divida a conta.

"Todos os outros países terão de pagar pelo colossal desperdício de dinheiro (dos EUA) e garantir, em primeiro lugar neste planeta cada vez mais poluído, os empregos americanos e os lucros das grandes multinacionais", escreveu Castro. Foi o quinto artigo do ex-líder cubano sobre Obama em menos de duas semanas.

Na última sexta-feira (dia 6), ele disse que a política de Obama estava "perdendo a virgindade", porque o presidente teria perdido o interesse no sofrimento do povo cubano, preferindo focalizar a comunidade de cubanos que vive nos EUA e que votou no democrata. As informações são da Dow Jones.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG