Tamanho do texto

As previsões do empresariado para aumento de produção no último trimestre deste ano tiveram o melhor resultado desde 1980, segundo informou a Fundação Getúlio Vargas (FGV). Hoje, a fundação anunciou o Índice de Confiança da Indústria (ICI) de outubro, que subiu 2,7% ante setembro.

De acordo com a fundação, o desempenho positivo foi influenciado pelo indicador de previsões de produção para os últimos três meses de 2009, que subiu 4,5% em outubro ante setembro. A série histórica deste indicador começou a ser apurada pela FGV em 1980.

Ainda de acordo com a fundação, das 1.065 empresas consultadas, 49,8% preveem aumento e 4,3% redução da produção no trimestre outubro-dezembro. Em setembro, os percentuais para essas mesmas respostas haviam sido de 49,9% e de 10,7%, respectivamente.

Outro fator que ajudou a formar a taxa positiva do ICI para outubro foram as respostas do empresariado quanto à avaliação da demanda atual. A parcela de empresas entrevistadas que avaliam o nível de demanda atual como forte aumentou de 20,2% para 21,9%, de setembro para outubro. Ao mesmo tempo, a fatia dos pesquisados que o consideram como fraco diminuiu de 16,6% para 12,5%, no mesmo período.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.