Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

FGV: preço do diesel avança 10% no 1º semestre

O preço do óleo diesel confirmou as expectativas e apresentou, no primeiro semestre, a alta acumulada mais expressiva entre os três combustíveis de destaque pesquisados pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) nas sete capitais de abrangência do Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) - São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Belo Horizonte, Porto Alegre, Salvador e Recife. No período, conforme levantamento divulgado hoje pelo coordenador do indicador, Paulo Picchetti, o diesel avançou 10,17%.

Agência Estado |

A gasolina e o álcool, nos primeiros seis meses de 2008, tiveram comportamentos bem mais amenos. O primeiro combustível acumulou alta de 0,22%. O álcool, por sua vez, recuou 0,50%.

As altas do óleo diesel e da gasolina ficaram em sintonia com as medidas tomadas pela Petrobras e pelo governo federal a partir do final de abril. No dia 30 daquele mês, a empresa decidiu reajustar o preço da gasolina em 10% e o do diesel em 15% nas refinarias brasileiras. No mesmo dia, para aliviar o impacto no bolso do consumidor, o governo anunciou para a gasolina uma redução mais expressiva que a do diesel na incidência da Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (Cide). Quanto ao álcool, o preço do combustível acumulou queda por causa da oferta maior de cana-de-açúcar no primeiro semestre, em comparação com os anos anteriores.

Em junho, a alta do diesel mostrou arrefecimento expressivo ante maio, mês seguinte à autorização de aumento no preço do combustível. Segundo a FGV, a elevação passou de 7,29% para 2,04% entre os dois meses. No mesmo período, a gasolina saiu de uma alta de 0,12% para variação zero e o álcool recuou 1,09%, ante aumento de 0,30% observado em maio.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG