SÃO PAULO - Cinco das sete capitais pesquisadas pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) apresentaram inflação mais alta na medição de 22 de janeiro do Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S). O maior aumento da inflação no período foi verificado em Porto Alegre, onde o IPC-S subiu 0,61%, ficando 0,33 ponto percentual acima do 0,28% registrado em 15 de janeiro. Em Salvador também foi verificada uma taxa mais marcada, saindo de 1,25% na segunda apuração do ano para 1,35% nesta medição. A mesma situação se registrou em São Paulo (0,23% para 0,45%), em Brasília (0,75% para 0,90%) e em Belo Horizonte (0,94% para 1,16%).

Em contrapartida, houve abrandamento no ritmo de alta da inflação no Rio de Janeiro, com o indicador indo de 1,24% para 1,16% entre a segunda e a terceira apuração do mês. O mesmo ocorreu em Recife, onde o IPC-S deixou para trás elevação de 0,64% e registrou agora acréscimo de 0,48%.

Na última sexta-feira, a FGV mostrou que o IPC-S geral teve ampliação de 0,80%, o que representa 0,11 ponto percentual acima da taxa divulgada na apuração anterior, de 0,69%.

(Vanessa Dezem | Valor Online)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.