A inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor - Semanal (IPC-S) apresentou elevação mais intensa de preços em quatro das sete capitais pesquisadas pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) para cálculo do índice, na passagem do IPC-S de até 30 de junho para o índice de até 7 de julho. Na cidade de São Paulo, a inflação acelerou, no âmbito do IPC-S.

Os preços na capital paulista subiram 0,91% na primeira prévia do mês do indicador, ante alta de 0,86% apurada na leitura anterior. Além de São Paulo, a aceleração dos preços também foi verificada em Belo Horizonte (de 0,36% para 0,50%); Brasília (de 0,85% para 0,92%) e de Porto Alegre (de 0,64% para 0,81%).

As outras capitais apresentaram desaceleração de preços. É o caso de Rio de Janeiro (de 0,65% para 0,61%); de Recife (de 0,90% para 0,65%) e de Salvador (de 1,08% para 1,04%).

Embora todas as cidades contribuam para cálculo do IPC-S, a capital paulista é a de maior peso na formação do resultado do índice. Ontem, a FGV informou que a primeira prévia de julho do IPC-S ficou em 0,79%, ante 0,77% na leitura anterior.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.