Tamanho do texto

A inflação no varejo da cidade de São Paulo continuou a subir, no âmbito do Índice de Preços ao Consumidor - Semanal (IPC-S). Segundo a Fundação Getúlio Vargas (FGV), os preços na capital paulista avançaram 0,44% na prévia do índice medida até o último domingo (dia 15), após apresentarem aumento de 0,37% na leitura anterior do índice, de até 7 de março.

Ainda segundo a FGV, das sete capitais usadas para cálculo do índice, três apresentaram elevação de preços mais intensa na passagem do IPC-S de até 7 de março para o indicador de até 15 de março.

Além de São Paulo, houve inflação mais intensa em Belo Horizonte (de 0,31% para 0,61%) e em Salvador (de 0,24% para 0,31%).

As outras quatro capitais apresentaram elevação mais fraca de preços, no mesmo período. É o caso de Brasília (de 0,11% para 0,02%); Rio de Janeiro (de 0,19% para 0,06%); Porto Alegre (de 0,88% para 0,84%) e Recife (de 0,70% para 0,50%).

Embora todas as cidades contribuam para a formação da taxa do IPC-S, a inflação na cidade de São Paulo é a de maior peso no cálculo do índice - cujo resultado completo mostrou aceleração, de 0,35% para 0,37%, entre a primeira e a segunda prévias de março, conforme anunciado ontem pela FGV.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.