Tamanho do texto

A inflação medida pelo ¿?ndice de Preços ao Consumidor - Semanal (IPC-S) perdeu força entre março e abril, segundo dados divulgados hoje pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). O índice subiu 0,76% até a quadrissemana encerrada em 30 de abril, uma taxa menor que a apurada no IPC-S de até 31 de março, quando avançou 0,86%.

A inflação medida pelo ¿?ndice de Preços ao Consumidor - Semanal (IPC-S) perdeu força entre março e abril, segundo dados divulgados hoje pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). O índice subiu 0,76% até a quadrissemana encerrada em 30 de abril, uma taxa menor que a apurada no IPC-S de até 31 de março, quando avançou 0,86%.

A FGV informou ainda que o resultado foi igual ao registrado pelo IPC-S imediatamente anterior, referente à quadrissemana finalizada em 22 de abril. A taxa de hoje ficou dentro das estimativas dos analistas do mercado financeiro, que esperavam um resultado entre 0,65% e 0,77%, mas foi levemente superior à mediana das projeções (0,75%).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.