Tamanho do texto

A inflação de agosto medida pelo Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M) registrou deflação de 0,32%, em comparação com a alta de 1,76% apurada pelo mesmo índice em julho, informou hoje a Fundação Getúlio Vargas (FGV). Com o resultado, até agosto, o IGP-M acumula alta de 8,35% no ano e de 13,63% em 12 meses.

Segundo a FGV, a queda de 0,32% registrada pelo IGP-M em agosto é a menor taxa para esse índice desde abril de 2006, quando o IGP-M caiu 0,42%. A informação é baseada em tabela contendo a série histórica do indicador, fornecida pela entidade em divulgações do índice.

A FGV informou também os resultados dos três indicadores que compõem o IGP-M de agosto. O Índice de Preços por Atacado - Mercado (IPA-M) caiu 0,74% em agosto, ante taxa positiva de 2,2% em julho, e registrou a menor alta desde abril de 2006. Por sua vez, o Índice de Preços ao Consumidor - Mercado (IPC-M) apresentou avanço de 0,23% em agosto, em comparação com a elevação de 0,65% em julho, no menor aumento desde abril deste ano. Já o Índice Nacional de Custos da Construção - Mercado (INCC-M) registrou alta de 1,27% em agosto ante aumento de 1,42% em julho, na menor taxa desde maio de 2008.

A taxa acumulada do IGP-M é usada para no cálculo do reajuste para preços de contratos de aluguel e de algumas tarifas de energia elétrica. O período de coleta de preços para cálculo do IGP-M desse mês foi do dia 21 de julho a 20 de agosto.