O Índice Geral de Preços - 10 (IGP-10) de janeiro deste ano, que registrou deflação de 0,85%, é o menor da história desse indicador, que começou a ser calculado em 1993, segundo a série histórica da Fundação Getúlio Vargas (FGV). Pela mesma série, o Índice de Preços por Atacado (IPA) de janeiro, que caiu 1,50% em janeiro deste ano, também registrou a menor taxa de sua série histórica.

Por sua vez, o Índice de Preços ao Consumidor (IPC) de janeiro, que teve aumento 0,62%, assumiu trajetória contrária e teve a maior taxa nesse tipo de indicador desde julho do ano passado, quando subiu 0,65%. A taxa de janeiro deste ano repetiu a mesma taxa mensal do IPC-10 apurada em dezembro do ano passado. Já o Índice Nacional de Custos da Construção (INCC) de janeiro, que subiu 0,17%, apresentou a menor taxa desde outubro de 2006, quando registrou alta de 0,14%.

O IGP-10 é composto pelos três indicadores: o IPA, o IPC e o INCC. O IPA é o que tem maior peso no índice geral, representando 60% do total do IGP-10. O IPC representa 30% e o INCC, 10%.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.