Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Feriado em São Paulo pode atrasar decisão sobre habeas corpus de Daniel Dantas

BRASÍLIA - É remota a chance do Supremo Tribunal Federal (STF) decidir ainda hoje sobre a liberdade ou não do banqueiro Daniel Dantas e sua irmã Verônica Dantas. De acordo com a assessoria do STF, o ministro Gilmar Mendes, presidente do Supremo, pediu informações à Justiça de São Paulo sobre os motivos da prisão e a resposta pode não ser dada ainda hoje, devido ao feriado paulista em comemoração à Revolução Constitucionalista de 1932.

Valor Online |

Presos ontem pela Polícia Federal na Operação Satiagraha, Dantas e Verônica já tinham pedido de habeas corpus protocolado no STF desde o mês passado, analisado hoje pelo ministro Gilmar Mendes. Mas o presidente do Supremo atendeu apenas a uma das duas solicitações da defesa de Dantas.

O presidente do STF acatou a parte em que a defesa solicitava acesso aos autos, mas nada decidiu sobre o pedido de soltura. Ele pediu que a 6ª Vara Federal paulista encaminhe cópia da decisão que decretou a prisão temporária de Dantas e a irmã, antes de avaliar o pedido de habeas corpus.

Segundo a assessoria do Supremo, a decisão de Mendes pode sair a qualquer momento ou demorar alguns dias, pois depende da resposta do juiz da 6ª Vara Federal de São Paulo, que também deverá informar sobre as medidas de busca e apreensão.

(Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG