As vendas de automóveis e comerciais leves no País atingiram 272.926 unidades no mês de julho, uma alta de 12,37% sobre o mês de junho e de 32,26% sobre o mesmo período do ano passado.

Os dados são da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), com base no Registro Nacional de Veículos Automotores (Renavam). No acumulado do ano, foram comercializados 1.611.004 veículos, um crescimento de 30,51% em relação aos primeiros sete meses do ano. Esse número representa mais um recorde para o setor automotivo.

Somando toda a indústria automotiva brasileira - incluindo também os caminhões, ônibus, motocicletas e implementos rodoviários - foram vendidos 497.311 veículos no Brasil no mês passado, um aumento de 13,18% sobre junho e de 35,81% comparando-se com julho de 2007. No acumulado do ano, as vendas atingiram 2.902.523 unidades, uma alta de 28,63% sobre o intervalo de janeiro a julho do ano passado. Esses números acumulados também são os maiores da história da indústria automotiva nacional em volume de vendas.

Os números da Fenabrave mostraram que a Volkswagen ficou na liderança das vendas no mercado brasileiro de automóveis em julho. De acordo com o ranking baseado no segmento de pessoas físicas, a Volks teve 24,79% do mercado, contra 20,47% da Fiat, 19,84% da General Motors (GM) e 10,3% da Ford. Já em comerciais leves, levando-se em conta o mesmo ranking, a GM é a primeira colocada (19,94%), vindo em seguida a Ford (16,96%), a Fiat (14,59%) e a Mitsubishi (11,18%).

O Gol, da Volks, manteve a liderança entre os carros mais vendidos em julho, com 31.081 unidades (somando vendas para pessoas físicas e jurídicas). O Palio ficou em segundo, com 22.077 veículos. O Celta, da GM, foi o terceiro, com 13.580 automóveis.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.