Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Feirões da crise?

Feirões da crise? Por Otávio Dias Las Vegas, EUA, 14 (AE) - Devido à tempestade que se abateu sobre a economia americana em 2008, cujo impacto global já começou a ser sentido e deve se aprofundar em 2009, foi impossível visitar a CES (Consumer Electronics Show), que terminou ontem em Las Vegas, sem fazer a pergunta acima. São feirões da crise? Pergunta que também vale para a Macworld, a feira anual de produtos da Apple, que ocorreu no início da semana passada em San Francisco.

Agência Estado |

A resposta a tal pergunta é sim e não. Aparecem os argumentos nos sentidos positivo e negativo.

No caso da Macworld, que em anos anteriores teve como destaques inovações do porte do iPhone e do MacBook Air, os principais anúncios limitaram-se a upgrades de softwares e em novidades na venda de músicas pelo iTunes, a loja virtual da Apple, não disponível no Brasil.

Já na CES, feira que abrange todos os equipamentos eletrônicos, softwares e acessórios voltados ao consumidor final, nos imensos pavilhões de exposição situados em plena região dos cassinos ninguém queria mostrar pessimismo. Isto era refletido nas novidades apresentadas, como a convergência das três telas (celular, PC e TV), aparelhos ainda melhores para conectar-se à web e invenções que trazem a terceira dimensão para o dia-a-dia.

"Há um clima sombrio, mas eu não apostaria na crise como o fato mais marcante da feira", disse Darren Huston, um dos vice-presidentes da Microsoft. Será? As respostas estão nesta edição.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG