Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Feijão foi produto que mais rendeu lucro ao produtor, avalia Conab

Brasília, 16 - Apontado com um dos vilões da inflação, o feijão foi o produto que mais trouxe lucros para o produtor na safra atual, que termina em setembro, informou o superintendente de gestão de oferta da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), Carlos Eduardo Tavares. Ele lembrou que os produtores de feijão tiveram lucro de 18,36% com as vendas neste ano, resultado que supera até a soja, produto cujo preço é definido pelo mercado internacional e rendeu 16%.

Agência Estado |

Os números se baseiam na situação de mercado do último mês de maio, período que serve de parâmetro para o fechamento da safra. "Essa informação é uma das variáveis que ajuda o produtor a decidir sobre o tipo de cultura que irá cultivar na próxima safra", afirmou. O lucro do produtor de feijão surpreendeu. Em maio, a saca de 60 quilos era comercializada no Paraná a R$ 112,34, enquanto o custo de produção total chegava R$ 91,68, ou seja, um lucro de R$ 20,66.

Por outro lado, na mesma época, o produtor de soja obtinha um resultado de R$ 6,59 (15,9%) para uma venda de R$ 41,40 a saca de 60 quilos e um custo total de R$ 34,81. "O feijão é suscetível à oferta. Caso haja uma elevação significativa de produção, os preços caem rapidamente. Pela característica do produto nacional, não se consegue comercializar no mercado internacional, elevando os estoques finais, ocasionando a queda dos preços", explicou.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG