SÃO PAULO - O Federal Reserve (Fed) diminuiu a taxa de juro dos Estados Unidos de 2% para 1,5%. Outros bancos centrais do mundo, como o Banco Central Europeu (BCE) e o Banco da Inglaterra, tomaram a mesma medida.

O BCE cortou o custo do dinheiro de 4,25% para 3,75% e a autoridade monetária britânica o diminuiu de 5% para 4,5%.

"Em razão da crise financeira atual, os bancos centrais estão comprometidos em consulta contínua e estão cooperando em ações conjuntas sem precedentes como a oferta de liquidez para diminuir as tensões nos mercados financeiros", declarou o Fed em nota em sua página eletrônica.

Também cortaram a taxa de juro o Banco do Canadá, o BC da Suécia e o Banco Nacional Suíço. O Banco do Japão, segundo o Fed, expressou forte apoio a essas ações de política monetária.

(Juliana Cardoso | Valor Online)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.