Tamanho do texto

WASHINGTON - O Federal Reserve (Fed, o banco central americano) vai injetar mais US$ 37,8 bilhões na seguradora American International Group (AIG), e, em troca, ficará com títulos do grupo, informou hoje a entidade.

A quantia se soma aos US$ 85 bilhões que o Governo dos EUA disponibilizou para resgatar a empresa em 16 de setembro, mediante a compra de 80% de suas ações.

O anúncio do Fed é feito depois que legisladores do Congresso americano denunciaram ontem que executivos da AIG tinham gasto mais de US$ 440 mil em um luxuoso hotel da Califórnia, apenas uma semana depois de o Governo ter socorrido a empresa.

A notícia repercutiu e a AIG se viu obrigada a se defender nesta quarta-feira.

Segundo a seguradora, a estada de uma semana no hotel St. Regis de Monarch Beach (Califórnia) foi uma viagem de "negócios" para agentes independentes da divisão de seguros de vida da companhia, organizada "meses antes" do resgate.

A AIG explicou que o atual executivo-chefe da companhia, Edward Liddy, escreveu uma carta ao secretário do Tesouro, Henry Paulson, esclarecendo as circunstâncias da viagem.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.